Últimas Notícias

Na teoria: Cervejas Trapistas

As cervejas trapistas


[Parcerias do Cervejando]
Produção: AfronteTV (http://www.youtube.com/AfronteTV)
Parceria: World of Beers (http://www.worldofbeers.com.br)
Para assinar o canal, clique aqui

Antes de ler sobre a matéria, uma introdução é válida: trapista não é um estilo de cerveja. As cervejas trapistas são cervejas feitas de acordo com as premissas religiosas dos monges beneditinos da Ordem Cisterciense da Estrita Observância ou, de forma mais simples, Ordem Trapista. Ao proferir os votos de obediência, pobreza e castidade, o monge trapista passa a dividir seu tempo entre orações, obrigações religiosas e afazeres que sustentem o mosteiro – que será seu lar até o fim da vida.
Imagem BeerShop
Os monges podem produzir itens diversos para comercializar e garantir o sustento do mosteiro: pão, queijo, doces, carnes e até mesmo... Cerveja! Essas cervejas precisam ser fabricadas pelos monges, dentro do mosteiro (importante!), e sua proposta deve ser filantrópica: o dinheiro que não for usado para sustento do mosteiro, deve ser usado para causas sociais. 

Atendendo a esses requisitos, as cervejas podem enfim exibir com orgulho o selo "Authentic Trappist Product" em seus rótulos.
Atualmente existem apenas 12 mosteiros no mundo* que são reconhecidos como fabricantes de cervejas trapistas: La Trappe e Zundert (Holanda), Achel, Westmalle, Chimay, Orval, Rochefort e Saint-Sixtus (Bélgica), Spencer (EUA) e Stift Engelszell (Áustria) e Tre Fontane (Itália). A cerveja Mont des Cats (França) também é uma trapista, mas atualmente é produzida pela Chimay. *Atualizado em junho de 2015

Esse caráter raro faz com que as trapistas sejam consideradas por muitos as melhores cervejas. Em especial, as trapistas da Abadia Saint-Sixtus que produz os rótulos Westvleteren.

Quer saber mais sobre as melhores cervejas do mundo? Nós fomos até Poperinge, no norte da Bélgica provar as Westvleteren! Confere aí a matéria: http://www.mariacevada.com.br/2014/04/westvleteren-as-melhores-cervejas-do.html



2 comentários:

  1. Boa iniciativa, entretanto algumas informações "falhas"... Não existe "corpo turvo" nem "corpo escuro"... O corpo da cerveja tem a ver com a sua densidade e textura e não com a aparência ... Como este canal é para orientar e despertar o interesse em iniciantes, achei por bem fazer esta correção.

    ResponderExcluir