Últimas Notícias

Lançamento do novo CD do Blues Etílicos: Puro Malte

"Não quero arroz!
Não quero milho!
Só puro malte, meu amigo"

Pelo trecho da nova música de trabalho da banda, já dá pra ver que o trabalho do Blues Etílicos tem tudo a ver com o universo cervejeiro. A história da banda se cruza com o mundo das artesanais em uma harmonização perfeita de cerveja com música boa.

E nessa segunda-feira, a Maria Cevada foi convidada para o lançamento do novo CD dos caras, no Botto Bar. O repeteco da comemoração acontece hoje (3/9/2013) no próprio Botto Bar, onde o Blues Etílicos estará autografando seu novo CD.

Foto para guardar: com Blues Etílicos e Leonardo Botto | Foto: Nicolas Iacovone


O evento

Música boa e coquetel para degustação do chopp Blues Etílicos. Foi nesse clima que a banda recebeu seus convidados para o lançamento do CD Puro Malte, no Botto Bar. Queridos no cenário cervejeiro e sempre presentes em eventos de artesanais, o Blues Etílicos tem uma carreira consistente a comemorar: são mais de 25 anos de trabalho e 12 CDs lançados. 

No evento, o baixista Cláudio Bedran foi extremamente atencioso com todos e contou um pouco sobre o surgimento da banda, a criação da Helles Blues Etílicos, sua amizade com Leonardo Botto e a trajetória inusitada entre a Engenharia, Direito e os acordes do blues. 

Para quem quiser curtir um som ao vivo, baixo e bateria do Blues Etílicos formam a "Cozinha Etílica" que se apresenta sempre às terças no Botto.

Sobre o álbum 

Puro Malte é o seu mais recente álbum do Blues Etílicos e traz nove composições próprias, entre elas parcerias com renomados letristas como Bernardo Vilhena e Mauro Sta. Cecília. A canção original que dá título ao trabalho fala do universo da cerveja artesanal, onde a banda mergulhou de cabeça desde que lançou sua cerveja, Blues Etílicos Hellbier.

As músicas Cotidiano No. 2 , de Toquinho e Vinícius de Moraes, e Espelho Cristalino, de Alceu Valença, ganham releituras em ritmo de blues. Com as participações super especiais de Leo Gandelman e do pianista norte americano Donny Nichillo, que era pianista de Buddy Guy. O CD terá o lançamento pela gravadora Substancial Music.


Divulgação / Guarim de Lorena

Blues Etílicos é a marca mais forte do blues nacional e a banda há mais tempo em atividade nesse segmento. Desde meados dos anos 80, a banda vem produzindo uma extensa obra autoral, além de gravar homenagens às suas principais influências, tendo lançado doze CDs e um DVD.

A guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou através de solos eletrizantes. O baixo de Cláudio Bedran e a bateria de Pedro Strasser garantem o groove sólido e suingado. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio. 

Sobre a cerveja Blues Etílicos

Hellbier é um estilo de cerveja típico da região de Munich, Alemanha, leve e feita com puro malte. A Blues Etílicos Hellbier foi elaborada com dois tipos de lúpulos americanos, com características florais e promete amargor balanceado por ser especialmente condimentada em comparação com outras ‘helles’. A Blues Etílicos Hellbier foi desenvolvida pelo mestre cervejeiro Severino Batista, com o intermédio da sommelier Andrea Calmon.

Nenhum comentário