Últimas Notícias

Como a cerveja é feita?

Entenda o processo de fabricação da bebida mais incrível do planeta.

A cerveja é feita com a fermentação de malte, lúpulo e água. Os três ingredientes foram determinados pela Reinheitsgebot (a Lei de Pureza da Cerveja), em 1516. Mas isso, não impede que as cervejas tenham infinitas variações de cores, aromas e sabores. Combinações de diferentes elementos e procedimentos durante o processo de fabricação são capazes de tornar uma cerveja única.




Produzindo o malte

O malte é a base da cerveja. Para obter o malte, a cevada é colocada em um tanque para que os grãos sejam umedecidos e germinem. Lá permanecem por cerca de oito dias. Os grãos são torrados depois que germinam para que o amido se transforme em açúcar.

Brassagem

Ao malte moído é adicionada a água quente para criar o mosto, um chá grosso e doce. Essa etapa é chamada de brassagem. Em uma filtragem simples, separa-se as cascas do mosto. O caldo filtrado cozinha por cerca de 5 horas e depois vai para outro tanque receber o lúpulo e demais ingredientes da cerveja. O lúpulo atua como um conservante natural e confere aroma e sabor amargo à cerveja (os lúpulos de amargor são adicionados no início da fervura e os de aroma no final). O lúpulo é retirado do mosto para a próxima etapa.



Fermentação

No terceiro tanque é adicionado o fermento (leveduras da cerveja) que vai metabolizar o açúcar e transformar em elementos com álcool e dióxido de carbono (o gás da cerveja). Existem dezenas de tipos de fermentos naturais ou cultivados pelos cervejeiros. Em geral dividem-se em três gêneros: fermentação alta, baixa fermentação e leveduras selvagens.
Cervejas de baixa fermentação: acontece na parte de baixo do tanque, em temperaturas de até 12º.
Cervejas de alta fermentação: o processo ocorre na superfície, entre 15 e 24º.
O processo dura 5 dias.



Maturação
É a fase em que a cerveja descansa a 0ºC. Seu sabor, corpo e aroma são definidos. O processo dura 21 dias, mas varia de acordo com o fermento usado e gosto do mestre cervejeiro.
Após esse processo a cerveja já pode ser bebida. Há ainda a fase da filtragem, que deixam a cerveja com aspecto límpido, mas as cervejas de trigo, por exemplo, não passam por esse processo.



Envase
As cervejas vão para as garrafas, latas ou barris. O tipo de vidro e a cor âmbar da garrafa ajudam precisam ser levados em conta para que a bebida não estrague antes do prazo. (A luz pode provocar reações químicas e deixar o líquido com sabor ruim). Quando o envase ocorre antes da pasteurização temos o chopp.

Pasteurização
A cerveja é aquecida a 60º e rapidamente resfriada até a temperatura ambiente. Isso estende o prazo de validade das cervejas para seis meses (tipo pilsener). O chope não passa por esse processo e tem prazo de no máximo 15 dias com o barril fechado.
Depois de pasteurizada, a cerveja é engarrafada.


Fabricar cerveja é realmente uma ciência fantástica.

Fontes:


http://mundoestranho.abril.com.br
www.ambev.com.br
www.wikipedia.com
www.brejas.com.br


Nenhum comentário